Avatar la_sylphide

Uma história de bailarina

Conversando com uma pessoa que conhecia em Curitiba, fiquei conhecendo, também, a história de uma bailarina chamada Mônica Infante. Quem sabe vocês já ouviram falar dela. Procurei umas coisas na internet e encontrei um texto que ela escreveu contando só uma parte da tal história que eu fiquei sabendo, vou copiá-lo aqui pra vocês.


"Bom, vamos ao que interessa. Eu, musa "fracassada" dos anos 80.

Desde que resolvi ser uma "bailarina de verdade", percebi que teria que enfrentar um árduo caminho para ter a aparência certa, isto é , ter um corpo perfeito, isto é, ser magra, muito magra, bem magra. Pratiquei vôlei e ginástica olímpica durante muitos anos da adolescência e por isso tinha um corpo forte e atlético. Não era gorda, apenas "gostosa", como ouvia sempre. Mas, com a decisão de sair de Juiz de Fora e ir para o Rio me dedicar a dança, a neurose das dietas começaram. Fiz todos os regimes que você possa imaginar. Dos mais loucos aos mais "saudáveis", como aqueles que envolviam uma outra filosofia de vida - a macrobiótica, por exemplo - a fim de obter o "corpo perfeito".

Quando cheguei em Londres, em janeiro de 1985, estava magérrima e cheia de vontade de "vencer". Após diversas audições, fui aceita para o curso que me tornaria uma "bailarina de verdade". Tudo estaria bem se, após 6 meses em Londres, eu não tivesse engordado 8 quilos. Isso punha em risco minha bolsa de estudos na London Studio Centre e também os exames para a Royal Academy of Dancing.

Recomecei a loucura das dietas. Ouvia falar de alguma e já ia fazendo. Porém, sabe-se lá por quais motivos, meu corpo se recusava a obedecer as ordens para perder peso. Das professoras e das companheiras de curso os textos eram sempre os mesmos: "Muito talentosa e dedicada. Olha como ela é flexível e 'en dehor'. Que 'expressão' quando dança. Porém, contudo, todavia, está tão gordinha, aliás, bem gorda. Deve dar para as aulas de contemporâneo e de flamenco". Meu grande sonho, a arte de dançar queria ficar para trás.

Eu adorava as aulas de contemporary e classical spanish, mas queria ser "uma bailarina de verdade", uma profissional da dança clássica. Meu treinamento mental e corporal era esse. Toda minha obsessão trabalhava nesse sentido.

O processo da bulimia chegou sem eu perceber. Em um processo de "emburrecimento", com tudo ficando menos esclarecido. De repente eu me vi em um canal tão maluco e alucinado que tinha certeza que só eu em todo o mundo estava passando por aquilo. Aliás, pensei que fosse eu que tivesse bolado o lance de vomitar. BINGO!!!! Tinha achado a fórmula mágica para poder comer, comer e comer e nunca mais engordar. Era fácil. Eu comia e ia ao banheiro. Enfiava a mão na garganta e vomitava. Tinha vezes que chegava a desmaiar. Só que não sabia que tinha desmaiado. Resultado: fraqueza, junto com uma depressão violenta e um corpo deformado tamanho o inchaço.

As regras eram simples: é PROIBIDO comer na frente das pessoas e é preciso mostrar desprezo por comida. Mesmo que sinta muita vontade, faça ar superior e diga que não entende porque todos querem que coma se não sente a mínima vontade. E o grande segredo e auto-punição para esse ar blasé é comer escondida bem sozinha no quarto do "hostel". Cardápio preferido: muito carboidrato. biscoitos maravilhosos, chocolate e muito cereal com leite. Depois - é lógico -, uma bela vomitada e tudo resolvido.

Gradualmente fui piorando até que o dentista com quem eu trabalhava nos weekends teve a sacada do que me acontecia e me deu um livro chamado BULIMIA. Nunca tinha ouvido falar nesse treco.Que coisa doida é essa? Fui para casa as 9pm e só parei de ler quando acabei a última página, na manhã seguinte. Estava em frangalhos.
- MEU DEUS! Não sou só eu!!!!!

Foi aí que eu saquei que estava realmente DOENTE, SERIAMENTE DOENTE, e que poderia até morrer. Porém, entre saber e tomar uma providência aconteceu um longo processo de resistência, vergonha e revelação.

Comuniquei-me com um conhecido psicanalista aqui no Brasil, que me recomendou um colega bem famoso em Londres. E lá fui (no pounds, just myself). Quando o cara me viu, ele percebeu que era muito grave e como eu não tinha dinheiro para bancar a consulta dele e meu inglês já era legal, ele me mandou para uma inglesa, sua parceira, que teve interesse em "salvar a minha vida de bailarina de verdade".

(fica um pedacinho pra amanhã)




ligado 08 julho 2008 956 Visualizações



Avatar franco_cadelago

Franco_cadelago ligado 08/07/2008

nice flog!!!!

bella foto!


Avatar babiduarte_

Babiduarte_ ligado 08/07/2008

Nossa fiquei muito curiosa pra saber o final!!
Ela vai se tornar uma grande bailarina?


Avatar cupidinha

Cupidinha ligado 08/07/2008

adorei a tua explicação para a foto!!!
ejeheheh

estou louca pra ler a continuação da história..


beijinhos


Avatar ballet_3sp

Ballet_3sp ligado 08/07/2008

que linda!!


Avatar leree

Leree ligado 08/07/2008

adorei ler isso! quero o final!
=D
bah eu nem sei mais o que comentar, pq tudo o que eu ia dizer já falaram ali em cima aeahuehuaehuehu adoro ler comentários alheios!
=*


Avatar arteemidio

Arteemidio ligado 08/07/2008

Nossa, é de assustar conhecer relatos assim... eu sou meio neurótica com essa de "corpo ideal", mas não faço nada que venha prejudicar a minha saúde, às vezes ela já se prejudica sozinha, então melhor não "ajudar", né?! kkkkkkk
Pessoas que sofrem de bulimia precisam mesmo de ajuda e de compreensão pra poder sair dessa, não deve ser fácil.

BJuss*y


Avatar lorrain

Lorrain ligado 08/07/2008

Hermosa fotografia!


Avatar miipassionn

Miipassionn ligado 08/07/2008

beesooss :)


Avatar dance_4ever_aj

Dance_4ever_aj ligado 08/07/2008

gostei da história,


ja ouvi várias

e confesso que já estive kuase para entrar nesse problemão
ms evitei logo, pois eu sei k é uma coisa k não tem volta e pretendo dançar durante toda a minha vida!!!


psicológicamente ainda estou ainda a tirar essa ideia louka de corpo ideal, pk ja tive muitas frakezas (em segredo) e vi k não era essa a vida que eu keria!

vou ver se axo um nutricionista e enkuanto não vou comer direitinho!

a minha sorte é k eu tenho pavor em vomitar então apesar de ja ter pensado nisso nunca caí nessa!

NÃO É ESSA VIDA QUE NÓS QUEREMOS NEH!
ms olha a pressão que essas profissões de bailarina , modelo, etc é tanta que nós com o medo de não poder concretizar o nosso sonho acabamos por cair nas garras dessas malditas doenção ou ao menos cair em tentação!

se cuidem meninas a vida é uma só, kem nos garante que na proxima vida iremos gostar dessa arte maravilhosa k é a dança? ninguém por isso
é melhor aproveitarmos o que temos e enfrentarmos tdos os obstáculos saudáveis!


se cuidem!
bjos
8)


Avatar dancaaa

Dancaaa ligado 08/07/2008

QUe história incrivel!
Adorei
Mais infelizmente essa é a história de muita gente por ai, bailarinas ou não!
Já passei por transtornos alimentares também, não foi nada grave,
graças a deus consegui me recuperar a tempo,
mais essa idéia de corpo perfeito está passando dos limites!


;***


Avatar ballet_sempre8

Ballet_sempre8 ligado 08/07/2008

Nossa chocante né, mas é a realidade tanto no mundo da dança, entre modelos, em geral no mundo artístico é bem comum, devemos ter consciencia em fazer nossas dietas para não entrar em estado alucinante e perder a cabeça, e acabar jogando no lixo nossa paixão!
A gente pensa, como é que pode alguém fazer isso? mas quando vc vê vc tbm acaba se batendo com tanta gente q faz isso e isso choca tanto pq é tão agressivo, maltrata tanto o corpo que só quem está sem ampar, sem amor, sem razão, sem sentido faz esse tipo de coisa.
Porque quem seria tão burro a ponto de de acabar com a sua saúde em tão pouco tempo, sua saúde que o torna vivo, é loucura gente!
Eu faço psicanálise e agradeço, é ótimo, te faz bem , leve, te faz escolher o melhor caminho para viver, e enchergar seus erros que vc achava que naum eram seus, é ótimo!
Adorei, quero saber o final dessa história!
beijos


Avatar ballet_maniacas

Ballet_maniacas ligado 08/07/2008

já sabia da história dela, incriveel :) ela é da minha cidade, pena que nao consegui acompanhar o trabalaho dela por aqui, mas pelo que vejo nos videos por ai, éuma grande bailarina!


Avatar julouks_hikari

Julouks_hikari ligado 08/07/2008

Nossa , eu adorei .. to começando a passar por essa de ter um corpo ideal , vou na nutricionista agora , pois da ultima vez que fiz "dieta" por minha conta só me ferrei ..emagreci , mas me ferrei.

(:


Avatar sweetnora

Sweetnora ligado 08/07/2008

ai sylph... fiquei mto emocionada ao ler esse txto... q vida dolorida essa da dança... é uma vida tão exigente física e emocionalmente... são tantos os problemas... realmente só pouquíssimos privilegiados tem físico e mente q se adequam às necessidades dessa arte de extremos... tão maravilhosa quanto perversa...
bisous




1 Grupos Preferidos »

  • nadanca

    Nadanca

    FOTOLOG created for people who love to dance [Ballet, DanceTheatre, HipHop, Street Dance, Dance, Hall, Dance Folcks, Contemporary] And all that it involves. The body, the soul, emotions, the equilibrium, the fantasy and spectacle of life through art.

    FOTOLOG criado para pessoas que amam a dança [Ballet, DançaTeatro, HipHop, Street Dance, Dança de Salão, Danças Folcloricas, Contemporânea] e tudo que ela envolve. O corpo, a alma, as emoções, o equilibrio, a fantasia e o espetáculo da vida atrav




Tag - Fairy-tail
Carregando...